Nesta edição de “Cursos que Nasceram com a Leitura da Aura” queremos compartilhar mais uma nova aliança: o Retiro Canto Curador da nossa querida Carla Sinisgalli agora é parte da Escola da Aura. Neste texto, Carla nos conta como este curso surgiu e a integração desse seu trabalho e pesquisa pessoal com o canto com a Leitura da Aura.

Eu sou Carla Sinisgalli, terapeuta da Escola da Aura, comecei a minha jornada como Leitora há sete anos e estou aqui para contar para vocês a história do surgimento do Retiro o Canto Curador e como a Leitura da Aura deu força para esse curso tomar forma.

O Canto Curador é um método que ajuda as pessoas a melhorar e aprofundar a sua relação com o canto, com a música e com a sua expressão. Ele é o fruto da história da minha vida e meus estudos e investigações sobre o canto como expressão humana.

Ponte com a sabedoria superior

Sinto que a Leitura da Aura foi a incubadora desse projeto. Vejo a Leitura como uma ponte com a sabedoria superior, sou muito grata por esta ferramenta que está sempre disponível e por poder usá-la e ser canal para ela a qualquer momento.

A Leitura me ajudou a resgatar minha fé na vida. Eu sempre fui muito ligada a sustentabilidade (mesmo antes de conhecer essa palavra), sofria demais em ver o descaso da maioria das pessoas com a Terra, com a vida neste planeta.

Houve um momento em que eu perdi totalmente a esperança na vida, na humanidade, desacreditei por completo do sonho de “ter uma missão”, ou de fazer a diferença para que as coisas melhorassem no mundo.

Neste momento chegou a Leitura, me mostrando essa outra realidade mais elevada dentro de mim e de todas as pessoas que eu lia. Através das leituras que eu fazia, fui voltando a acreditar nos meus sonhos, no propósito de curar a Terra e a humanidade, começando por mim, e na possibilidade de acharmos o caminho para que haja mais amor na Terra e com a vida na Terra.

Conexão com o espírito

Fazer leituras ajudou a me conectar com o meu espírito e isso limpou o meu canal. Eu sempre tive muita abertura para a mediunidade, mas usava isso para esperar uma resposta de fora que viesse me salvar. A primeira coisa que aconteceu com a Leitura foi uma faxina energética no meu canal.

Eu passei, através dessa técnica protegida, a receber apenas informações que viessem de mim mesma, do meu eu superior, parei de buscar essa sabedoria forade mim. Isso foi uma mudança gigante!

A segunda coisa que aconteceu foi que eu comecei a realmente confiar e saber acessar minha intuição, e por último, passei a ver e compreender muito que antes eu não compreendia.

Neste processo, muita informação sobre o canto, sobre a voz das pessoas para quem eu dava aula, sobre a voz em geral, começou a chegar para mim, e o Canto Curador foi tomando forma.

O Canto Curador é um método de canto. Eu já cheguei a vê-lo como um proceso terapêutico, mas hoje o vejo como uma ferramenta para que as pessoas se apropriem da própria voz.

A voz e o canto

Tenho certeza de que a evolução humana pode ser medida pela forma que usamos nossa voz. Podermos cantar e nos emocionar com a música (seja aquela que estamos fazendo ou ouvindo) denota nossa evolução. O ser humano é um animal que canta, e um grau a mais nesta evolução é entender que através daquilo que cantamos podemos mudar e direcionar nossa frequência.

A voz é um instrumento de sopro. Para tocá-lo é preciso acessar toda a musculatura abdominal, todo o tronco e todos os espaços da cabeça. Na verdade nós somos instrumentos, o som de cada um é único e todas as pessoas podem cantar.

O que a voz manifesta

Uma das minhas descobertas nessa jornada é que não existem vozes feias, o que há são vozes machucadas, marcadas por traumas ou mau uso.

O trabalho pode focar em questões técnicas como a afinação ou em bloqueios emocionais e energéticos, a depender de cada um que o procura. Muitas pessoas chegam com uma “voz emprestada” querendo copiar outras pessoas e, ao longo do processo, se reencontram com seu próprio canto, com as nuances, potências e sentimentos únicos que ele traz.

Faz parte do Canto Curador que cada pessoa vá se entendendo com sua própria voz e forma de se expressar e vá reconhecendo as belezas do seu próprio canto. Assim como é possível que algumas pessoas precisem entrar em contato com traumas e que possam através do canto liberar emoções guardadas.

Essa é uma das partes ricas do trabalho. A Arte dignifica e ilumina nossas dores e mágoas. Cantar os males é uma forma de trazer beleza e dignidade para o nosso mundo interno. Essa liberdade para a manifestação do nosso mundo interno é algo que faz parte deste método.

Achando seu próprio canto

Na minha visão, cantar bem é poder afinar, ter uma voz saudável, e tudo aquilo que comumente se pensa, mas também ser capaz de dar vazão aos próprios sentimentos no canto. O processo do canto Curador é para ensinar as pessoas a usarem a sua voz a seu próprio favor, como uma ferramenta de poder, e se libertar dessa prisão que é achar que “cantar bem é quando o outro gosta do meu canto”.

O objetivo é que cada um possa acessar o prazer de cantar, possa se apropriar verdadeiramente desta dádiva que é a voz e possa cantar lindamente. Outro objetivo, que vem junto com o primeiro, é as pessoas conhecerem melhor e poderem expressar o seu mundo interno. Conhecerem alguns sentimentos que às vezes ficam um pouco escondidos e poderem expresar isso, neste caso através da poesia, da música, do canto.

Sobre a Carla e a sua trajetória

Carla Sinisgalli é cantora, embaixadora da Escola da Aura e criadora do método “Canto Curador”, que já ajudou centenas de pessoas a expressarem sua voz de forma mais harmônica e verdadeira.

Carla fez sua formação na Leitura da Aura em Piracanga, onde viveu três anos participando com vivências, Leituras e com os atendimentos do Canto Curador nos cursos da Escola da Aura e eventos da comunidade. Hoje vive e atende em São Paulo, cidade onde nasceu.

A base deste trabalho e dela são vinte e cinco anos de estudos de música e vinte anos como cantora, dezoito anos de experiência como professora de canto, dois CDs lançados.

Hoje segue estudando, fazendo uma formação de Canto Lírico na Escola Municipal de Música de São Paulo, uma formação em Psicanálise, e o treinamento como Leitora da Aura continua, com as rodas de Supervisão e com os Retiros da Escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *