Nessa oportunidade nossa querida fundadora Angelina Ataide nos traz uma reflexão em relação ao momento de transição que estamos vivendo e algumas percepções que ela está tendo através de Leituras de Aura.

É um fato que o mundo como o conhecemos acabou e com essa mudança chegou o fim da era da vítima Interna, ou daquela parte da nossa personalidade que reclama, que acusa e julga o outro e que não consegue perdoar.

A vítima interna é um mecanismo forte de defesa. Ela faz a gente ter um “argumento” para ter “razão”. E ficamos assim, sentados como vítimas na cadeira da razão, podendo com isso justificar atitudes, pensamentos e sentimentos nossos que trazem sofrimento, as vezes para o outro, mas principalmente para nós mesmos. Mas a situação atual coloca a vítima interna fora da cadeira e contra a parede. Pois atravessar o momento atual, na frequência da vítima interna é insustentável. O desafio aparece como uma grande oportunidade para eliminarmos esse mecanismo e darmos abertura para a autorresponsabilidade, que nos levará à uma evolução.

O mundo como o conhecemos está se modificando profundamente, e nós humanos também estamos nos modificando. Nós e o mundo nunca mais seremos os mesmos e não sabemos o que teremos de diferente e novo pela frente.

Para passarmos por esta grande transformação precisamos de calma, segurança, consciência e equilíbrio. Se entrarmos na vitimização, no “coitadinho de mim”, vamos inevitavelmente ser apanhados pelo inconsciente coletivo que está vibrando nessa frequência da vítima, já que há mesmo muitas pessoas sofrendo, morrendo, infelizmente passando fome e sem abrigo. É natural que neste momento a vítima esteja cheia de energia. Imagine ela como uma entidade sendo alimentada por todo o inconsciente de grande parte da humanidade… neste momento ela está muito alimentada. Por isso cabe àqueles que tem as ferramentas necessárias para trabalharem na própria energia e autoconhecimento para migrarem de frequência.

Precisamos do máximo de neutralidade e calma para lidar com tudo e todos, e não ser pego pelo turbilhão de energia de frequência baixa que está sendo espalhada. A Era da Vítima Interna terminou de fato, quer acreditemos nisso ou não, e não é inteligente alimentá-la. Se abrimos a porta dessa frequência, poderemos ser engolidos por ela, algo que já acontece com muitas pessoas.

A nova era que está se abrindo tem muitas profecias sobre o pós 2012. Muitas destas profecias já estão acontecendo pois já estamos na transição para esta nova era. O que virá será muito bom, mas ainda tomará um tempo. Ainda estamos em fase de atravessar o karma do que temos gerado como humanidade, de termos permitido tanta destruição, tanta poluição.

Fomos nós que criamos o que estamos vivendo agora, que é o resultado de talvez milhares de anos de inconsciência.

É importante sabermos que é um momento muito bom para nossa evolução espiritual. Estamos no final da universidade e está sendo pedido para nós que mostremos aquilo que aprendemos. É um momento de um grande potencial para evoluirmos como seres humanos porque nós talvez estivéssemos esquecendo do que é ser um Ser Humano.

Temos agora uma oportunidade de renascimento, de renascer na forma de viver e de nos relacionarmos. O vírus conseguiu fazer com que paremos, com que nos questionemos sobre o que realmente queremos para nossa vida, sobre o que é bom e o que faz mal. Essa é a parte positiva do momento atual. Temos a oportunidade de cuidar da nossa saúde, das nossas histórias familiares, de pais e filhos, de aprender a estarmos juntos, a cuidar dos idosos. E outros estão sozinhos com a oportunidade de questionarem muita coisa dentro de si.

Através da Leitura da Aura estou fazendo um estudo de como a humanidade está neste momento. As leituras estão me mostrando uma visão espiritual do que está acontecendo. Uma das coisas que eu percebi é que muitos de nós começou a rezar, começou a orar por coisas que nem percebia no seu dia-a-dia. Uma porta espiritual muito grande se abriu. Temos a tendência a nos abrirmos ao divino ou ao espiritual, algo que nada tem a ver com religião, quando necessitamos de ajuda, quando estamos doentes, quando estamos frente à morte. As pessoas então começaram a se abrir para o espiritual, para o Reiki, para a meditação… E isso fez com que um grande portal espiritual se abrisse facilitando muita ajuda dos planos superiores.

Estamos agora recebendo muita ajuda do divino, mas se estivermos na frequência da vítima interna, não conseguiremos receber essa ajuda, pois estaremos fechados para recebê-la. Só estaremos vendo o lado negativo, a tristeza, a morte e o caos, e não conseguiremos receber as bençãos e a oportunidade de nos transformarmos por dentro. Se você está na vítima, está no mundo do sofrimento e no mundo de se tornar escravo dessa energia. Neste momento o mundo está se dividindo em dois: o mundo do sofrimento x o novo mundo. Devagarinho essa separação está acontecendo e nós precisamos escolher em que lado vamos ficar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *